Buscar
  • Illan Besen

Você confia 100% no seu GPS?

Atualizado: 26 de Mar de 2019



Você possui 100% de confiança, quando se trata de GPS?


Em março de 2012, três turistas japoneses, na Austrália, decidiram viajar para uma pequena ilha ao largo da costa e caíram, de carro, no oceano Pacífico. Em diversos incidentes semelhantes, pessoas foram parar em lagos ou foram guiadas para locais onde, um dia, existiram pontes. No Rio de Janeiro, cidade na qual reside quem vos escreve, há casos piores.


Ter plena confiança no GPS tem sido uma prática recorrente, especialmente entre aqueles que conquistaram suas habilitações na era dos smartphones.


Tem valor conhecer o caminho e suas referências, uma vez que, desse modo, (i) evita-se ciladas não mapeadas e (ii) exercita-se uma relevante atividade cognitiva.


Henry Grabar escreveu um artigo sobre como os apps de navegação vem matando nosso senso de direção e o resultado é bizarro.


Quando se trata de investimentos, a ideia não é diferente. Muitas pessoas recebem sugestões de investimentos a partir de inputs superficiais. É como se a sua curva de formação patrimonial fosse uma questão tão fácil quanto encontrar a padaria mais próxima.


A reflexão que deixo é: alcançar um capital financeiro que viabilize possuir a desejada renda na terceira idade é um caminho longo e que não tolera muitos erros.





108 visualizações0 comentário