Buscar
  • Illan Besen

Pessoas e a coisa certa a se fazer

Atualizado: 15 de Mai de 2019





Warren Buffet, um dos ícones do mundo dos investimentos, quando perguntado sobre gestão de pessoas, afirma: "Procurando pessoas para contratar, você busca três qualidades: inteligência, energia e integridade. E se elas não tiverem a última, nem se preocupe com as duas primeiras.”


Muitos de nós somos dotados de bom caráter, boa educação e bom senso. Certamente, ter essas qualidades nos ajuda muito.


Michael Sandel, professor e escritor de referência no assunto, desdobra em três grandes vetores o conceito de justiça e o que deve ser levado em consideração para se tomar uma decisão certa. São eles:


Liberdade: Podemos tomar nossas decisões com liberdade ou há algo ou alguém que nos impeça?


Utilitarismo: Estamos maximizando o bem-estar dos envolvidos? Tratando deste vetor, Sandel traz o famoso dilema do bonde. Tema interessante para se conferir.


Virtude: Fazer o certo por ser o certo e ponto.


Observar individualmente os vetores é importante, porém, segundo Sandel, a decisão certa reside na exata interseção destes três vetores.


JP Lemann, outro ícone dos investimentos, afirma: “Nosso negócio não é cerveja, nem hambúrguer ou ketchup, é gente”.


A reflexão que trago é: para Buffet e Lemann, pessoas certas nos levam a decisões certas. E para você?




101 visualizações0 comentário